sábado, 27 de dezembro de 2008

Bom Ano 2009!

SÍSIFO - MIGUEL TORGA

Recomeça...
Se puderes,
Sem angústia e sem pressa.
E os passos que deres,
Nesse caminho duro
Do futuro,
Dá-os em liberdade.
Enquanto não alcances
Não descanses.
De nenhum fruto queiras só metade.
E, nunca saciado,
Vai colhendo
Ilusões sucessivas no pomar
E vendo
Acordado,
O logro da aventura.
És homem, não te esqueças!
Só é tua a loucura
Onde, com lucidez, te reconheças.
Miguel Torga, Diário XIII

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Guardanapo de papel!



um sorriso surge quando menos se espera,
basta uma pequena distracção,
e quando olho pela janela,
um risco salta da minha mão,
para o papel de aguarela…

…ou para um simples guardanapo de papel!

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Balada para os nossos filhos

Meu filho minha vida és meu sangue e meu carinho
meu pássaro de carne meu amor
meu filho que nasceste do ventre do carinho
da minha companheira que deu flor

João é um botão de cravo rubro
Joana é uma rosa cor de Abril
dois filhos que eu embalo e que descubro
que sendo só dois podem ser mil

Pois filhos do amor e da ternura
que sendo de todos não são de nenhum
e não há no mundo coisa mais pura
que agente amar em todos cada um

Meu filho minha vida és meu sangue e meu carinho
meu pássaro de carne meu amor
meu filho que nasceste do ventre do carinho
da minha companheira que deu flor

João é um botão de cravo rubro
Joana é uma rosa cor de Abril
dois filhos que eu embalo e que descubro
que sendo só dois podem ser mil

Pois filhos do amor e da ternura
que sendo de todos não são de nenhum
e não há no mundo coisa mais pura
que agente amar em todos cada um
Ary dos Santos


(dedico ao meu filho, Gonçalo)

domingo, 23 de novembro de 2008

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Dia sente-se leve!...


Hoje sinto me tão leve que quase chego a voar!
Apetece-me ir até ao céu azul e voltar!
Há dias assim e temos que os aproveitar!

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

menino e a estrela


O menino estava triste o que podia ser bom porque para se saber como é ser muito feliz é preciso sentir como é estar muito triste. O importante é olhar para cima porque pode aparecer uma estrela para nos dar um desejo.

Dia e o seu papagaio de papel!







domingo, 16 de novembro de 2008

menina anjo
























Se eu fosse um anjo eu rodopiava pelo mundo fora e dizia a todos os bebés (sim porque os bebés percebem os anjos) de todas as cores que amassem muito todas as pessoas mas que amassem ainda mais as que são diferentes deles. Passados uns anos deixava de haver guerras.
Esta história é dedicada ao Gonçalo.

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

a minha amiga!

Olá! eu agora tenho uma amiga que me ajuda a contar as histórias! é a Lúcia!
fiquem atentos!

Dia no Outono!



Quando de repente vem o frio, a Natureza para nos aquecer pinta as folhas de cores quentes como o laranja o vermelho e o amarelo. Ai que bom que é deitar-me nessas folhas que voaram delicadamente para o chão para me fazerem uma manta tão bonita!