domingo, 16 de novembro de 2008

menina anjo
























Se eu fosse um anjo eu rodopiava pelo mundo fora e dizia a todos os bebés (sim porque os bebés percebem os anjos) de todas as cores que amassem muito todas as pessoas mas que amassem ainda mais as que são diferentes deles. Passados uns anos deixava de haver guerras.
Esta história é dedicada ao Gonçalo.

Sem comentários: